História

1ª fase

Fundada em 26 de Dezembro de 1928 com sede à Rua 7 de Setembro, 421, Centro.

2ª fase

Em Julho de 1974 a Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória sofreu um doloroso cisma, ficando apenas 38 membros fiéis à IPB. Esses começaram a reunir-se nas residências de Durval Conti, Lair Boechat e Hudson Peyneau e decidiram pela continuação dos trabalhos da Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória.

Reiniciou-se tudo do zero em termos materiais e patrimoniais. Foram assistidos pastoralmente pelos Revs. Francisco da Silva Neto e José Francisco de Jesus Filho, e mais tarde pelo Sínodo Belo Horizonte (eclesiasticamente). Uma casa foi alugada na Rua Francisco Araújo, 187, Centro e adaptada para salão de cultos. A primeira reunião aconteceu no dia 20/10/1974 onde iniciou a Escola Dominical com 38 alunos. Cantou-se o hino 271 Hinário Evangélico e depois de uma oração foi feito um estudo em I Samuel 12.1-7. À noite trouxe a mensagem o Rev. Denoel Eller, representando o Sínodo BH. No dia 03/04/1977 realizou-se o culto de despedida do local, com vistas à transferência para o Colégio Americano. Na ocasião a E.D. contava com 243 alunos.

Esse culto foi dirigido pela SAF, com a celebração da Ceia do Senhor. Pregou o Rev. José Francisco de Jesus filho, baseando-se no texto de Gênesis 13.18, “Mundando as Tendas”. Participaram o Coral da Igreja, o Coral Jovem e o Coral Infantil. A direção do Colégio Americano, através do presidente, Elias Bussinger, cedeu o salão nobre daquele educandário para que pudéssemos nos reunir em E.D. e culto vespertino. Para lá nos mudamos e ali permanecemos 6 anos.

Nosso primeiro Conselho foi formado pelos irmãos: Elias Bussinger, Carlos Alberto Emerich Gomes, Daniel Botelho, Orly Loureiro, Durval Conti, Hermes Peyneau (vice-presidente) Rev. José Francisco de Jesus Filho (presidente). Os primeiros diáconos: Hudson Peyneau, Aroldo Rodrigues, Luiz Batista, Avelino G. da Silva, Roberto Werner e Haroldo Peyneau. Primeiro Presidente da UMP – Rosemere Padilha; Primeiro Presidente da UPA – Roberto V. Lima; Primeiro Superintendente – Elias Bussinger; Primeiro Presidente da UPH – Hermes Peyneau; Primeiro Tesoureiro – Aroldo Rodrigues.

Aos 38 membros que iniciaram o trabalho foram se agregando outras famílias e inúmeros novos convertidos. O crescimento foi notável! No primeiro aniversário, a mocidade que começou com 8 sócios já contava com 60 jovens. As reuniões de oração às 6 horas da manhã eram constantes sob a direção de Dinorah Peyneau, Essi Costa e Vilma Guida. Em 1976 veio para Vitória trabalhar conosco o missionário Cláudio Diego e família. Esse obreiro foi incansável e valoroso no trabalho que realizou entre nós.

O primeiro Pastor eleito foi o Rev. Silas Rebouça Nobre, em 1977, vindo do Rio Grande do Norte, pastoreando a Igreja durante 8 anos (1977 – 1985).

É preciso destacar o trabalho e dedicação do presbítero Hermes Peyneau, Vice-presidente de Conselho na organização e instalação da Igreja, servindo como eficiente intermediário nosso, junto à liderança da Igreja Presbiteriana do Brasil. Lembramos o grande esforço e trabalho do presbítero Elias Bussinger, na aquisição dos terrenos à Av. Beira-mar. Sua figura simpática foi usada por Deus para esse serviço. Foram adquiridos pequenos terrenos e num deles construído um modesto pavilhão, onde eram realizadas as atividades semanais da Igreja.

Deus é fiel! Respondendo as nossas orações, conseguimos adquirir um grande terreno que, anexado aos demais permitiu a construção do nosso templo – lindo e majestoso.

O nosso lema era “deixando as cousas que para trás ficam, prossigamos!”

A pedra fundamental foi lançada no dia 04/01/1981, pregando na ocasião o Rev. Francisco da Silva Neto.

A ocupação se deu em 1983 e a inauguração no dia 26/12/1984, pregando na ocasião o presbítero Paulo Breda, presidente do SC da IPB. O templo foi projetado para 600 pessoas e naquela época a Igreja já contava com 380 membros comungantes e 100 menores.A construção deu-se durante o pastoreado do Rev. Silas Rebouças Nobre, sob a orientação técnica do presbítero Jairo Brasil e como mestre de obra o sr. Fernando Delacosta, hoje diácono da Igreja.

Em 1985 foi eleito o Rev. Hernandes Dias Lopes que , graças a Deus, permanece até hoje. Durante a sua ausência no período de 11/04/2000 a 17/9/2001, a Igreja foi pastoreada pelo Rev. Valdeci da Silva Santos. Passaram pela nossa igreja como auxiliares, os seguintes ministros: Rev. Josafá Pereira, Rev. Jardel Martins, Rev. Valdeci da Silva Santos, Rev. Hilquias Gomes, Rev. Luiz Henrique, Rev. Tércio Rocha Pinto, Rev. Francisco Bernardo Neto e hoje Rev. Aubério da Silva Brito.

Várias congregações, hoje fortes igrejas, foram criadas e assistidas pela Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória: Aracruz, Guaraparí, Bairro de Fátima, Mata da Praia, Santa Tereza, Tabuazeiro, e Jardim Camburi.

Contamos atualmente com 591 membros comungantes e 146 membros não comungantes.

A Igreja dirige e mantém um Projeto, com duas casas assistenciais de grande valor social denominado Projeto Sarça, que está sob a direção do presbítero Oto Jairo Lopes Vargas e o diácono Manfred Kohler. Esse Projeto assiste a 140 crianças na idade de 7 a 14 anos.

Primeiro Rol de Membros Comungantes

Durval Conti, Rozodete S. Conti, Lair Boechat, loyde E. Boechat, Hudson Peyneau, Marisa Boechat Peyneau, Hermes Peyneau, Haroldo Peyneau, Alzier G. Peyneau, Homero Peyneau, Elizabeth Duarte Peyneau, Luiz Batista, Mirtes M. Batista, Aroldo Peyneau, Gláucia C. Rodrigues, Carlos Alberto Emercih Gomes, Rose V. Emercih, Pedro Hauthquesstt, Waldina Hauthquesstt, Elias R. Bussinger, Nicéia M. Bussinguer, Josué Vasconcelos, Noeme Vasconcelos, Orly Loureiro, Dinorah M. Peyneau, Vilma Guida Santos, Antônio Dutra, Ivete V. Dutra, Daniel Botelho, Elzira C. Botelho, essi Costa Cunha, Odilon Duarte, Cássia Duarte, Aulina Sathler, Oscar Satlher, José Ernesto Conti, Shirley Peyneau, Leda Maria Serrano, Ruth Maira, Sara Souza Mario, Vicente Alves Lacerda, Democlacides dos Reis Botelho, Eny Fagundes Alves, Eni Costa Dias, Carmem Vilar, Edir Lacyr Mozer Vargas, Zoé Sathler Coutinho, Acásia C. Takla, Roberto Werner, Amália Werner, Ana Delma Gonçalves, Avelino G. Silva, Norma S. Henrique, Paulo S. Herinque, Rosana Padilha, Ema Valadão, Evangelina Cunha, Evany F. Alves, Gesy E. Gomes, Maryl E. Gomes e Rosimeire Padilha.

Primeiro Rol de Membros Não Comungantes

Maura Fagundes Alves, Sandra Mara Fagundes Alves, Josué Vasconcelos Filho, Ângela Cristina C. Rodrigues, Marcos Spíndula Conti, Marcos C. Rodrigues, Heloisa B. Peyneau, Denise B. Peyneau, Maurício B. Peyneau, Márcia B. Peyneau, Rutinei P. Vasconcelos, Denise P. Vasconcelos, Marcelo C. Rodrigues, Letícia G. Peyneau, Leonardo G. Peyneau, Alexander D. Peyneau, Mauro Ferreira Queiroz, Jéferson Vargas Mozer, José Renato Costa, Rosevelt Vargas Mozer, Alba Fagundes Alves, Abgail G. Santos, Ângela Conti Takla, Cristina Conti Takla, Cláudia S. Henriques, Cláudio Fagundes Frederique, Epitácio Costa, Edir Cezar Frederick, Fábio Fagundes, Gleiciene R. Gonçalves, Glaudson R. Gonçalves, Glaston R. Gonçalves, Isaias Batista, Jeremias Batista, Karla E. Gomes, Leandro G. Peyneau, Luiz Augusto C. Dias, Luciano Werner, Marister Werner, Maria Lydia Nogueira, Marcos F. Frederico, Marcelo C. Rodrigues, Rosilene Fraga Loureiro, Roberto Werner, Roseane Vargas Lima, Roberto Vargas Lima, Renata Guida Santos, Raquel Costa, Paulo S. Conti, Wantuil C. Cunha, Tatiana S. Mario Boechat.