2 thoughts on “A propaganda enganosa que não ficou impune.

  • 29 de março de 2012 em 19:42
    Permalink

    num contexto de mensagens no meio evengélico, onde o mais importante não é a fidelidade as sagradas escrituras, a ética cristã, nem tampouco o amor , a mensagem pela qual o pastor jailto foi intrumentalizado por Deus, surge de forma muito oportuna, e nos leva a reflexôes e questionamentos muitos sérios. Deus, continue abençoando o irmão, na seriedade, no preparo e na esplanação da sua palavra. Um abraço em Fabiana,Du e Gui.

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 23:35
    Permalink

    Glória a Deus que não permite andarmos á margem do que Ele requer de nós como Igreja do senhor. O alerta do senhor pela instrumentalidade do pastor Jailto, nos traz uma quietude tranquilizadora: A religiosidade, não pode ocupar inutilmente o seu espaço
    no seu tempo, mas cumprir fielmente o proposto por ela:” em evidência sim, mas pronta para atender a necessidade daquele dos que para ela se achegam.” Abraços pastor, Fabiana, Dudu e Guilherme.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *