O EXTRAORDINÁRIO PODER DE JESUS

O evangelista Marcos registra, com retórica irretocável, nos capítulos 4 e 5 de seu evangelho, a singularidade da  pessoa de Jesus e a magnitude excelsa de seu poder. Vamos, aqui, destacar quatro aspectos desse poder singular: 1. O poder de Jesus sobre a natureza (Mc 4.39-41). Os discípulos estavam enfrentando uma tempestade  borrascosa no Mar da Galileia. Baldados todos os esforços, recorreram a Jesus, num tom de censura: “Mestre, não te  importa que pereçamos?”. Jesus, com autoridade absoluta, repreendeu o vento e disse ao mar: “Acalma-te, emudece! O  vento aquietou-se, e fez-se grande bonança”. Sendo Jesus, o criador do universo, ele tem poder sobre a natureza. Ele  manda e o sol cessa o seu percurso. Ele ordena e as estrelas aparecem. Ele dá uma ordem e o vento se acalma. Ao comando  de sua palavra o mar se encolhe. Sua ordem não pode ser contestada. Seu poder não pode ser desafiado. Ele tem toda  autoridade sobre as leis da natureza. 

  1. O poder de Jesus sobre os demônios (Mc 5.8). Jesus e seus discípulos chegam em Gadara, região gentílica,  composta por dez cidades. Ali havia um cemitério, onde vivia um homem nu, ferindo-se com pedras, furioso, gritando  alucinadamente, possesso de uma legião de demônios. Uma legião é uma corporação romana, composta de seis mil  soldados. Jesus liberta aquele homem do poder dos demônios, devolve-lhe a sanidade mental. Transforma-o e envia-o de  volta à sua família, a fim de contar tudo quanto o Senhor havia feito por ele. Os demônios estão debaixo da autoridade de  Jesus. Sob a ordem de Jesus, eles precisam bater em retirada. O mesmo Jesus que é o libertador dos cativos é o  atormentador dos demônios.  
  2. O poder de Jesus sobre as enfermidades(Mc 5.28,29). Uma mulher anônima esgueira-se no meio da multidão  que aperta Jesus, enquanto o Senhor caminhava para a casa de Jairo. Ela estava sofrendo a doze anos de uma hemorragia.  Os médicos já haviam desistido de seu caso. Seus recursos já haviam se esgotado na busca de um tratamento eficaz. Então,  ela pensou: “Se eu apenas lhe tocar as vestes, ficarei curada”. Ela tocou nas vestes de Jesus e imediatamente a hemorragia  foi estancada. Jesus demonstrou seu poder sobre as enfermidades. Por seu poder os cegos viram, os mudos falaram, os  surdos ouviram, os coxos andaram, os leprosos foram purificados e até os mortos ressuscitaram. Para Jesus não tem  doença incurável. Ele é o médico onipotente que sara todas as nossas enfermidades. 
  3. O poder de Jesus sobre a morte (Mc 5.41,42). Enquanto Jesus caminhava para a casa de Jairo para curar sua  filha única de doze anos, vieram alguns de sua casa, dizendo que sua filha acabara de morrer. Jesus, sem se abalar, disse a  Jairo: “Não temas, crê somente”. Ao entrar na casa de Jairo, Jesus disse à menina morta: “Menina, eu te mando, levanta te”. Imediatamente, a menina se levantou e pôs-se a andar. Jesus demonstrou que ele tem poder sobre a morte. Na verdade,  Jesus venceu a morte e arrancou seu aguilhão. A morte foi tragada pela vitória. A morte, mesmo sendo o rei dos terrores e o  último inimigo a ser vencido, já não tem mais a última palavra. Jesus matou a morte, ressuscitando e inaugurando a  imortalidade. Ele é a ressurreição e a vida e todo aquele que nele crê, nunca mais morrerá eternamente.  

Jesus não apenas tem poder sobre a natureza, os demônios, as enfermidades e a própria morte, mas ele tem,  também, todo poder e toda autoridade nos céus e na terra. Ele está assentado no trono e tudo faz conforme lhe apraz. Ele  tem as rédeas da história em suas mãos e dirige os destinos das nações. Ele levanta reinos e abate reinos. Ele dá a vida e tira  a vida. Ele faz descer à sepultura e faz subir. O Senhor empobrece e enriquece, abaixa e também exalta. Não precisamos  ficar de cócoras, assombrados, cheios de pavor diante dos perigos da vida. Podemos confiar em Jesus, sabendo que tudo  está debaixo do seu controle e o seu poder é absoluto! 

Rev. Hernandes Dias Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *