VIVENDO SEM ACEPÇÃO DE PESSOAS

“O SENHOR, teu Deus, está no meio de ti, poderoso para salvar-te; ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo” (Sf 3.17).

O texto em epígrafe é uma das passagens mais encantadoras de todo o Antigo Testamento. Transborda deste versículo uma mensagem consoladora, que traz segurança para a alma, alegria para o coração e propósito para a vida. Vejamos:
1. O nosso Deus está presente conosco. Deus está no meio da igreja. O Cordeiro de Deus anda no meio dos candeeiros. Jesus prometeu estar conosco todos os dias até a consumação dos séculos. Temos muitas fraquezas e poderosos inimigos, mas Deus, o Todo-poderoso está conosco. Ele é o nosso refúgio. Ele é o nosso defensor. Porque ele está conosco, não precisamos temer. Mesmo que passemos pelo vale da sombra da morte não precisamos temer mal algum porque ele está conosco.
2. O nosso Deus é o Deus da aliança. O Senhor o nosso Deus é o Deus da aliança. Podemos chamá-lo de Pai. Ele nos ama com amor eterno. Ele nos atraiu para ele com cordas de amor. Somos seus filhos e seus herdeiros. Não somos órfãos. Ele vela por nós. Ele cuida de nós. Ele supre nossas necessidades. Ele nos escolheu para a salvação antes da fundação do mundo. Ele nos chamou com santa vocação. Ele nos deu o arrependimento para a vida e a fé salvadora. Ele nos selou com o Espírito Santo e nos declarou justos diante do seu tribunal. Somos ovelhas do seu pastoreio. Somos a sua herança, a menina dos seus olhos.

3. O nosso Deus é poderoso para salvar-nos. Não adoramos um ídolo impotente. Não servimos a uma divindade pagã, criada pela imaginação do homem. Nosso Deus é poderoso para salvar-nos e de fato salvou-nos. Ele enviou seu Filho como nosso substituto e representante. Ele lançou sobre seu Filho, na cruz, a iniquidade de todos nós. Ele não poupou a seu próprio Filho, antes o entregou por todos nós, para resgatar-nos de nosso fútil procedimento. Ele perdoou nossos pecados e nos deu a vida eterna. Fomos salvos pela graça mediante a fé. Fomos escolhidos, chamados, justificados e na majestosa segunda vinda de Cristo seremos glorificados. Nossa salvação está consumada!

4. O nosso Deus se deleita em nós com alegria. Somos a alegria e o deleite de Deus. Somos seus filhos amados, seu maior prazer, sua maior herança. Por causa do seu Filho Amado, ele nos recebeu e nos adotou em sua família. Agora, temos livre acesso à sua presença. Ele tem prazer em ouvir nossa voz. Ele tem pressa em socorrer-nos quando clamamos. Ele se deleita em nós com alegria e se regozija em nós com júbilo. A alegria do Senhor é a nossa própria força. Seu deleite em nós move-nos a buscarmos sua face como nosso maior tesouro. É na presença dele que tem plenitude de alegria. Glorificar a Deus e gozá-lo para sempre é o nosso maior propósito de vida. Porque ele se deleita em nós com alegria e se regozija em nós com júbilo, devemos nos alegrar nele e viver com ele e para ele toda a nossa vida.

5. O nosso Deus nos renova no seu amor. Quando na jornada da vida sentirmos nossas forças se esgotando, nosso Deus vem para nos renovar. Ele nos ampara com seu braço onipotente. Ele nos firma os passos. Ele nos carrega no colo. Com ele, vamos indo de força em força. Ele faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Com ele fazemos proezas. Com ele podemos todas as coisas. Porque ele nos renova em seu amor, podemos viver contentes em toda e qualquer situação. Ele mesmo é a nossa alegria. Ele mesmo é a nossa paz. Ele mesmo é a nossa maior recompensa. Ele é tudo para nós!

Rev. Hernandes Dias Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *